Guia-nutricional-para-modulação-da-SOP

Guia nutricional para modulação da SOP

Prevalência e sinais clínicos da SOP

A Síndrome do Ovário Policístico (SOP) é o distúrbio endócrino mais comum no público feminino em idade reprodutiva, com prevalência de aproximadamente 6 a 10% dessas mulheres. É uma doença complexa pelo fato de combinar diferentes fatores genéticos, endócrinos, ambientais e comportamentais e afeta de forma expressiva a saúde da mulher e sua qualidade de vida.

Apesar de apresentar diferentes fenótipos, os principais sinais clínicos relacionados ao seu diagnóstico são hiperandrogenismo, que pode desencadear hirsutismo, alopecia e/ou acne, a oligovulação ou anovulação e a presença de cistos nos ovários. Ainda há presença de alterações metabólicas, como excesso de peso, resistência à insulina, dislipidemia e outros problemas.

A longo prazo, os desfechos da SOP mudam nas diferentes fases da vida das mulheres: na idade fértil, relaciona-se com complicações de fertilidade, obesidade, dislipidemia, diabetes tipo 2, síndrome metabólica e alterações psicológicas, enquanto que, na menopausa, há maior prevalência de síndrome metabólica e doença cardiovascular (LOUWERS; LAVEN, 2020; MANCINI et al., 2021).

O estilo de vida, tem papel fundamental na modulação desta condição, principalmente a partir da inclusão de estratégias nutricionais que auxiliem no controle dos diferentes aspectos clínicos e metabólicos associados.

Quatro condutas clínicas para modular a SOP a partir da nutrição

Confira algumas condutas nutricionais, baseadas na literatura científica recente, para auxiliar no tratamento integrado da SOP e você tornar a sua prática clínica ainda mais assertiva:

1. Prescrição de canela:

A literatura científica evidencia os benefícios da canela na glicemia e no metabolismo da insulina. Uma recente revisão sistemática e metanálise conduzida por Heshmati et al. (2021) relata que a suplementação com canela auxilia na redução dos níveis de HOMA-IR em mulheres com SOP, quando comparadas às do placebo. Borzoei, Rafrat e Asghari-Jafarabadi (2018) avaliaram os efeitos da suplementação com 500mg de canela, 3 vezes ao dia, por 8 semanas, em mulheres com SOP. Quando comparadas às do grupo placebo, as mulheres que ingeriram canela tiveram redução de marcadores de estresse oxidativo, da glicemia de jejum, da insulina de jejum, do HOMA-IR, do peso corporal total, do colesterol total e do LDL-c, e, ainda, ocorreu aumento do HDL-c, sendo que Hajimonfarednejad et al. (2017) também observaram, com a mesma dosagem, melhora da resistência à insulina e do perfil lipídico.

2. Priorizar uma alimentação com baixo índice e baixa carga de glicêmicos:

Kazemi et al. (2020), em uma recente revisão sistemática e metanálise de estudos controlados e randomizados, concluíram que um padrão alimentar com baixo índice glicêmico proporcionou redução do HOMA-IR, insulina de jejum, colesterol total, LDL-c, triglicerídeos, circunferência de cintura e testosterona total em mulheres com SOP, dessa forma, contribuindo para a melhora da ciclicidade ovulatória, da infertilidade e reduzindo o risco de doença cardiovascular nessa população ao comparar a mulheres que seguem um padrão dietético com elevado índice glicêmico.

3. Aporte diário de ômega-3 adequado:

A suplementação com cerca de 2g ao dia com ômega-3 é aliada da redução do colesterol total, do LDL-c, dos triglicerídeos, da circunferência de cintura, da testosterona, de marcadores de inflamação e aumento do HDL-c (TOSATTI et al., 2020; KHANI; MARDANIAN; FESHARAKI, 2017).

4. Suplementação com curcumina:

Jamilian et al. (2020) conduziram um estudo randomizado, controlado e duplo-cego que avaliou o efeito da suplementação com curcumina, o ativo em maior concentração na cúrcuma, em alguns parâmetros clínicos de pacientes com SOP. Ao final da intervenção, o grupo suplementado teve redução significativa do peso corporal, glicemia e insulina de jejum, HOMA-IR, colesterol total e LDL-c e aumento significativo da sensibilidade à insulina.

Na B.Health você encontra fórmulas inteligentes e de qualidade superior para sua indicação clínica, como Golden Health, suplemento premium que combina cúrcuma orgânica, canela e gengibre em cápsulas, proporcionando alto teor de polifenóis e Ômega-3 TG Health, suplemento de ômega-3 na forma de triglicerídeos, proporcionando excelentes concentrações de EPA e DHA, além de ter selo IFOS.

REFERÊNCIAS

MANCINI, A. et al. Oxidative Stress and Low-Grade Inflammation in Polycystic Ovary Syndrome: Controversies and New Insights. Int J Mol Sci., v.22, n.4, p.1667, 2021.

LOUWERS, Y. V.; LAVEN, J. S. E. Characteristics of polycystic ovary syndrome throughout life. Therapies Advances in Reproductive Health, v. 14, 2020.

MORREALE-ESCOBAR, H. F. Polycystic ovary syndrome: definition, aetiology, diagnosis and treatment. Nature Reviews Endocrinology, v. 14, n. 5, p. 270-284, 2018.

KAZEMI, M. et al. Effects of Dietary Glycemic Index and Glycemic Load on Cardiometabolic and Reproductive Profiles in Women with Polycystic Ovary Syndrome: A Systematic Review and Meta-analysis of Randomized Controlled Trials. Advances in Nutrition, 2020.

TOSATTI, et al. Influence of omega-3 fatty acid supplementation on inflammatory and oxidative stress markers in patients with Polycystic Ovary Syndrome: A systematic review and meta-analysis. The British Journal of Nutrition, p. 1-31, 2020.

KHANI, B.; MARDANIAN, F.; FESHARAKI, S.J. Omega-3 supplementation effects on polycystic ovary syndrome symptoms and metabolic syndrome. Journal of Research in Medical Sciences, v. 22, p. 64, 2017. 

HAJIMONFAREDNEJAD, M. et al. Insulin resistance improvement by cinnamon powder in polycystic ovary syndrome: A randomized double-blind placebo controlled clinical trial. Phytother Res., v.32, n.2, p276–83, 2017.

BORZOEI, A.; RAFRAF, M.; ASGHARI-JAFARABADI, M. Cinnamon improves metabolic factors without detectable effects on adiponectin in women with polycystic ovary syndrome. Asia Pac J Clin Nutr., v.27,n .3, p. 556-63, 2017.

HESHMATI, J. et al. The effect of cinnamon supplementation on glycemic control in women with polycystic ovary syndrome: A systematic review and meta-analysis. J Food Biochem., v.45, n.1, p.e13543, 2021.

JAMILIAN, M. et al. Effects of curcumin on body weight, glycemic control and serum lipids in women with polycystic ovary syndrome: A randomized, double-blind, placebo-controlled trial. Clin Nutr ESPEN, v.36, p.128-133, 2020.

Compartilhe agora

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email